O papel do pai na amamentação do bebê

O papel do pai na amamentação do bebê

Como nós já sabemos, é fundamental sempre ressaltar a importância da amamentação para o desenvolvimento do bebê. É muito comum as mães, principalmente aquelas de primeira viagem, terem dificuldades na hora de amamentar seu filho recém-nascido. Mas o pai do bebê também pode e deve ter uma participação nesse processo tão importante para a mãe e o recém-nascido. Qual o papel do pai na amamentação do bebê?

O apoio e incentivo que o marido deve dar à sua mulher nessa etapa da sua vida fará toda a diferença na hora dela amamentar o bebê. A presença dele e do carinho dele durante a amamentação fortalece o vínculo afetivo entre o pai, a mãe e o bebê.

Mas como ser um pai perfeito? Compreensivo, não ser reclamão, ajudar nos afazeres domésticos e com os cuidados do bebê ou com os outros filhos (caso tenha). A mãe também precisa de um descanso, e há alguém melhor do que o pai para ajudar a cuidar do bebê, dando carinho e colo?

É importante também, enquanto a mãe estiver amamentando, que o pai leve líquidos para sua esposa, dando atenção a ela, mostrando carinho. O período de amamentação requer muita ingestão de líquido.

Exercer a paciência também é importante durante esse período. Brigas e discussões causam estresse, o que pode resultar na dificuldade da descida do leite da mãe, o que compromete o aleitamento materno.

Incentive o aleitamento materno não levando para casa coisas que podem levar ao desmame precoce, como chupetas e mamadeiras. Mas, o mais importante de tudo, é que o pai acompanhe a mãe e o bebê nas consultas com o profissional que faz acompanhamento do crescimento do recém nascido, dessa forma ele poderá aprender como auxiliar sua esposa, tornando o período de amamentação motivante e para os três. Portanto, mamãe, deixe o pai participar de tudo e convoque-o para ajudar em tudo que for necessário.

Fonte: Guia do Bebê.