O mito do leite fraco

O mito do leite fraco

Vocês, mamães, já ouviram falar do mito do leite fraco? É comum esse pensamento vir a mães de primeira viagem, principalmente quando o bebê começa a dar indícios de problemas de crescimento. Na verdade, não existe leite fraco. O que acontece é a produção reduzida da quantidade de leite materno, que é sempre de ótima qualidade, independentemente da cor. Só pode ocorrer de o leite ser fraco caso a mãe esteja sofrendo de desnutrição severa.

O fato de pouca quantidade de leite ser produzida é que não é suficiente para manter o bebê forte e saudável. A variação da produção pode ser influenciada pelos hábitos de cada mãe. De acordo com especialistas, regimes não são recomendados antes de seis meses de amamentação exclusiva, assim como alimentos altamente calóricos, uma vez que eles podem atrapalhar a perda de peso da mãe, que ocorre naturalmente no período de amamentação.

Para ter certeza de que sua alimentação está adequada para o período de amamentação, é de extrema importância continuar sempre fazendo acompanhamento médico.

Às vezes, a diminuição da produção de leite pode estar relacionada à técnica incorreta de amamentação, ou ainda ao uso de chupetas e mamadeiras. Se um bebê não mama com a técnica correta, ele pode acabar ingerindo menos leite e não esvaziar adequadamente a mama.

Caso não haja a produção suficiente de leite para manter seu bebê saudável, muitos médicos optam por suplementos ou complementos alimentares, para satisfazer as necessidades do bebê, fazendo-o crescer e ganhar peso adequadamente. Devido a isso, é muito importante continuar com o uso de suplementos até que a produção de leite da mãe esteja normalizada.

Portanto, a resposta correta é: leite fraco não existe! Todo leite materno é de excelente qualidade e possui todos os nutrientes necessários para fazer seu bebê crescer saudável.

Fonte: Portal Vida de Bebê.