Mastite: o que é e como evitar?

Mastite: o que é e como evitar?

Você já ouviu falar sobre a mastite? O que é e como evitar? É uma inflamação das glândulas da mama que acontece devido ao acúmulo de leite. Geralmente acontece no pós-parto, principalmente na primeira gestação. As características são mamas vermelhas, endurecidas, doloridas e quentes e pode ocorrer em uma mama ou nas duas.

Entre os sinais da mastite, estão: calafrios, febre acima de 38,5º e cansaço. Logo que perceber alguns desses sintomas, procure um médico (ginecologista, pediatra do seu bebê, a maternidade onde deu a luz ou qualquer banco de leite próximo) para poder evitar complicações.

Muitas vezes a mastite não é causada por uma infecção bacteriana, e sim pela inflação dos vasinhos sanguíneos do seio, fazendo com que seu corpo trate a substância como uma proteína estranha que precisa ser combatida. Essa inflamação da mama pode acabar, muitas vezes, virando uma infecção bacteriana.

Mas a pergunta que não quer calar é: há uma maneira de evitar a mastite? O melhor jeito de evitar é garantir que seu bebê faça a pega correta do seio e esvaziando completamente ele na hora de mamar. Evite também usar sutiãs meia-taça com ferrinho. Mantenha-se bem alimentada e descanse, para sua resistência não cair.

Hoje em dia já se sabe que a mastite é causada pela estase láctea, ou seja, o leite volta por sua eliminação ser menor do que sua produção. Por isso é importante fazer seu bebê abocanhar o seio da maneira correta, para o leite poder sair na quantidade correta.

Outras coisas podem causar a mastite: o peito ficar muito cheio depois que o leite desce pela primeira vez, uma rotina muito rígida de amamentação e, raramente, pode aparecer durante a gravidez. Porém, é mais comum nos primeiro meses após o nascimento, quando seu corpo e seu bebê estão acostumando com o processo do aleitamento.

Não é necessário parar de amamentar quando se descobre que está com mastite, mas você irá sentir dor durante esse processo. Converse com seu médico para saber qual tipo de remédio você pode tomar para diminuir um pouco a dor e para saber quais são os melhores tratamentos.

Fonte: Baby Center.